Buscar
  • Karoline Hoffmann

Esportes eletrônicos atraem público cada vez mais jovem; saiba os benefícios da prática



Apenas 24% do público que acompanha futebol no Brasil tem entre 10 e 20 anos, de acordo com a Global Esports Market Report, da Newzoo. Quando falamos de esportes eletrônicos, entretanto, esse número quase dobra: a faixa etária representa 43% dos interessados na modalidade. Já são mais de 21,2 milhões de entusiastas de games no país - o terceiro maior mercado no mundo, atrás apenas da China e dos Estados Unidos.


E não para por aí: segundo pesquisas, os eSports devem crescer mais do que a economia mundial nos próximos anos e movimentar, só no Brasil, cerca de 2 bilhões de dólares em 2021. Pensando nisso, listamos algumas contribuições dos jogos eletrônicos para os adolescentes. O objetivo é mostrar que, diferentemente do que é pregado por pessoas que desconhecem esse mercado, os eSports podem, sim, trazer benefícios àqueles que o praticam. Veja a seguir:


  • Desenvolver o raciocínio lógico e estratégico: bastante dinâmicos, os jogos exigem tomada de decisão rápida e estratégica; e, dessa forma, estimulam o raciocínio lógico dos praticantes. Além disso, eles também contribuem para a resolução de problemas e para a resiliência dos jogadores.

  • Aumentar a coordenação motora: como dito no item anterior, a maioria dos games exige uma boa dose de agilidade e raciocínio rápido. Esse fator também é responsável por desenvolver a coordenação motora dos jogadores, que precisam controlar diversas técnicas dentro do jogo, assim como dominar as ferramentas e botões dos computadores ou consoles.

  • Incentivar o trabalho em equipe: embora existam jogos de todos os tipos, os principais (ou, digamos, mais famosos) são jogados em equipes, como League of Legends - que possui o maior campeonato mundial da categoria, atraindo milhões de espectadores de todo o mundo -, Fortnite e Free Fire. Jogos desse tipo, assim como os esportes tradicionais, auxiliam os jogadores a desenvolverem habilidades para trabalhar em equipe e para a tomada de decisão pensando no coletivo, no grupo. O individualismo, na maioria dos casos, é deixado de lado. Um jogador não ganha uma partida sozinho.

  • Melhorar a concentração: é evidente que, para se sair bem, o jogador precisa de muita concentração. Dessa forma, os jogos eletrônicos também são uma ótima ferramenta para aqueles que desejam melhorar sua habilidade de foco e atenção.

  • Promover a comunicação e a troca de conhecimento: por fim, podemos dizer que os jogos eletrônicos, da mesma forma que esportes tradicionais, também permitem a comunicação e a interação entre os jogadores. Os games são, afinal de contas, um fenômeno em todo o mundo e é possível se conectar com gente de todos os lugares - do sertão nordestino às grandes metrópoles asiáticas. Além da questão da localidade, os jogos ainda facilitam a interação e a comunicação entre pessoas de diferentes faixas etárias e gêneros, pois, diferentemente dos esportes tradicionais, não há distinção ou restrição entre os players.


5 visualizações0 comentário